Exclusivo: Sócios majoritários descartam venda do Cesesb de Itamaraju

Os juristas Camilo Lélis e Alfredo Coimbra, oriundos do estado de São Paulo e que juntos representam 62 por cento das cotas do Centro de Ensino Superior do Extremo Sul da Bahia (CESESB), concederam uma entrevista exclusiva ao Teixeira News no final da tarde desta terça-feira (20), quando descartaram qualquer intenção de venda da faculdade.

O sócio Camilo Lélis, que é professor, desembargador e mestre em Processo Penal pela PUC de São Paulo, foi quem relatou o objetivo da sua vinda e de Camilo Lélis à cidade de Itamaraju e fez duras críticas ao grupo atual que está na gerência da instituição.

Atualmente a direção do Cesesb é gerida de forma compartilhada, fato decorrente de uma decisão do juiz Rodrigo Quadros de Carvalho, que assim definiu, na sua visão, como forma de preservar os direitos do alunado e da própria instituição de ensino superior.

Entre outras coisas, Camilo Lélis informou que os sócios minoritários quando começaram a administrar o Cesesb, a faculdade possuía cerca de mil alunos, número que teria sido reduzido para aproximadamente 400 discentes nos dias atuais. Também foram apontados números que indicam um prejuízo de aproximadamente R$ 1,2 milhão nas contas do Cesesb, entre dezembro de 2007 a dezembro de 2009.

“Nós fomos os únicos a investir no Cesesb, enquanto a direção atual só pensa em usufruir dos salários e dos cargos, dados em parte para parentes seus. Não sei qual é o objetivo para a disseminação dessa informação inverídica que queremos vender o Cesesb. Isso nunca foi cogitado e o que realmente queremos é fazer novos investimentos, contratar novos professores e revitalizar a instituição que já foi uma das mais respeitadas do país”, disse Lélis.

Os investimentos previstos são da ordem de R$ 2 milhões, para reforma e adequação do prédio, inovação tecnológica dos laboratórios e contratação de novos profissionais para o corpo docente.

Sobre o processo que ainda encontra-se na justiça e que deve definir finalmente, quem possui o direito de gerir os destinos do Centro de Ensino Superior do Extremo Sul da Bahia (CESESB), o advogado Jailson Rocha, que representa o grupo majoritário, informou que o mesmo encontra-se em fase de contestação e prometeu para os próximos dias revelar através de documentos, que o grupo minoritário chefiado por Francisco Scarpelino e Davi Dorigueto estaria tentando “quebrar” o Cesesb.

Aguarda-se também para os próximos dias um pronunciamento da representação dos sócios minoritários.

Por Ronildo Brito – Site Teixeira News

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: