Unidades judiciárias continuam prejudicadas pela Oi

Mesmo com os esforços empreendidos pela Secretaria de Tecnologia, Informação e Modernização (SETIM) do Tribunal de Justiça da Bahia junto à operadora de telefonia Oi, os problemas técnicos e operacionais nas linhas telefônicas e na internet persistem em diversas unidades judiciárias, comprometendo e paralisando os serviços prestados à população baiana.De acordo com Roberto Cavalcanti, coordenador de produção e comunicação do Tribunal de Justiça da Bahia, o Juizado instalado na Faculdade Católica, em Salvador continua oscilando.

Os problemas são ainda maiores no Centro Odontológico do Tribunal de Justiça, localizado no Jardim Bahiano, em Salvador, bem como, nos Juizados de Itapuã e do município de Coaraci, além dos Fóruns dos municípios de Serra Preta, São Francisco do Conde, Serrinha e Conceição do Coité, onde a situação é ainda mais crítica, já que o Fórum e o Juizado permanecem com seus links inoperantes.

Cavalcanti assegura, ainda, que apesar dos diversos contatos estabelecidos com a operadora, que vem encetando esforços para o restabelecimento dos serviços, algumas comarcas do interior da Bahia estão sem telefone e internet, o que, segundo ele, vem ocasionando muitos transtornos.

Texto: Carolina Felippi / Fotos: Fábio di Castro

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: